Um robô bonequeiro

Pés, braços e nariz feitos por um robôEssas cinco peças são diferentes de todas que eu fiz nesses últimos 10 anos de trabalho e por isso são especiais.
 
O que há de diferente nelas não é o material ou modelagem, mas sim quem fez: uma máquina autônoma.
 
Estou há desde 2011 tentando mecanizar alguns processos mais repetitivos do .marcamaria afim de otimizar custos e melhorar a produção (e salvar a minha saúde).

Continuar lendo

Aniversário de um palmo de você mesmo

Primeiros mini-mis feitos, em 2008

Primeiros mini-mis feitos, em 2008

Há exatos 9 anos eu olhei para uma bolacha maizena quebrada e vi ali o formato de um bonequinho.

Daquela maizena quebrada superei o primeiro fracasso como empresa e pude me tornar o bonequeiro que sou hoje.

Foi por causa daquela bolacha que eu consegui alugar pela primeira vez um imóvel – uma salinha comercial quente e abafada na Avenida Pedroso de Morais e que passei a viver integralmente dessa coisa doida de fazer bonecos.

É por causa daquela coisa que eu estava comendo no café que eu me descobri, cresci, fui parar na TV, fiz meu cursos online e presencial, dei e dou palestras sobre viver de um sonho.

Parabéns aos mini-mis pelos seus 9 anos de vida e obrigado a todo mundo que divulgou, virou um bonequinho e quer virar um (é só clicar aqui)

O astronauta morto

O astronauta morto

Sabe aquele material que fica parado por anos em um canto da sua oficina/ateliê e você não sabe exatamente o que fazer com ele, mas guarda mesmo assim pois um dia ele será útil?

Pois bem, essa é a história de uma bola de plástico que eu ganhei em um natal longínquo e que virou um dos bonecos mais legais que fiz nos últimos anos!

Continuar lendo

Por um mundo cheio de jujubas!

I see .marcamaria everywhere!

Cinco anos. Faz cinco anos desde que as minhas últimas palavras puderam ser lidas nesse site. Foi em 2012 que o último suspiro virtual do .marcamaria foi dado e, daquele tempo para cá, muita coisa aconteceu. Acredito que a mais notável é a mudança da identidade visual e que eu virei professor de bonecagem.

Na parte de identidade visual o .marcamaria deixou de ter o logo lá da empresa de design de marcas fundada em 2007 e passou a ter uma nova marca focada no que eu tenho feito há quase uma década: bonecos. E não apenas “bonecos”, mas bonecos fofos, jujubentos e com uma pitada enorme de #naopresto (ou “irreverência”  para os não iniciados nessa hashtag que eu uso mais que o meu próprio nome.

Continuar lendo