Uma neta serelepe para Vovólima

Uma neta para Vovólima

Como estou ainda estou me matando aqui com os moldes da Vóvis, não tive tempo de finalizar essa ilustração.

Essa é a Fabine, a netinha favorita da Vovólima. É uma mulatinha bem clarinha, mas com cabelinho de molinha.

Gostou? Conte um pouco sobre a sua história…

tio .faso

13 comentários sobre “Uma neta serelepe para Vovólima

  1. Laura Storch disse:

    Ai, ela é linda…

    Tem carinha de quem gosta de pirulito gigante, e tem uma daquelas bicicletas antigas, as Monaretas, sabe!? A bicicleta pode ter um significado especial para as duas (Vovólima e Fabine), já que é todinha reformada e puxa olhares curiosos e maravilhados por onde passa…

    E a Fabine tem bem jeitinho de encrenca, tem não!?

  2. .faso disse:

    Nossa! Esse eu precisei dar uma olhada no google para ver o que é…

    Isso aqui que é a Monareta? Se for… NOOOOOOSSA!!! É a cara dela mesmo!!! Acho que minha irmã teve uma dessa… exatamente vermelha! XD

    Que bom que você gostou da Fabine – fiquei imaginando ela com um pirulito -aqueles em espiral- gigante na mão… saltitando toda feliz!

    Realmente a Fabine tem cara de ser bem levada… é que não aparece direito na foto, mas ela tem um curativo no joelho -demonstrando que ela não para quieta. Depois que você escreveu, fiquei a imaginando desbravando terrenos, brincando com plantas e bichinhos e disputando com os meninos quem ganha na corrida de bicicleta…

    Muito fofa!

    Um grande abraço,

    .faso

  3. Laura Storch disse:

    Éééééééé, isso mesmo!! Monareta vermelha e curativo no joelho!
    O pirulito, bem… lembra das historinhas do Chaves, aqueles pirulitos maiores que o rosto das crianças!! :D

    E durante a corrida de bicicletas, ao fundo, fico vendo várias pandorgas coloridas… tipo, coisa de menino levado!!…

  4. .faso disse:

    Foi bem esse tipo de pirulito que eu me lembrei, mas como eu nunca comi um desses, só aqueles multi-coloridos em forma de espiral, pensei que deveria ser o mais comum por aqui….

    Nossa senhora! Nunca pensaria que “pandorga” é um tipo de pipa… a bem… foi o que vi no Google – confirma?

    Ah! Agora que me lembrei de duas coisas:
    1) Qual é a idade da Vovólima?
    2) E a idade da Fabine?

    Acho que a Fabine tem cara de uns 6/7… o que você acha?

    .faso

  5. Laura Storch disse:

    Confirma! Desculpe, desculpe, coisas do sul! São pipas, sim!…
    Quanto as idades… A Fabine pode bem ter uns 6 ou 7 aninhos, sim! Já a Vovólima parece ter mais de 70, né!? Pode ser que a Fabine seja assim, tão companheira da vóvis pq seja a caçulinha entre os netos da Vovólima!

  6. .faso disse:

    Legal saber que “pandorga” é pipa… qualquer dia eu aponto para uma pipa por aqui e grito: “UMA PANDORGA!!!” – ninguém vai entender nada! rss

    Agora ficou bem coeso o motivo da Fabine ser tão apegada a vó…

    70 encaixa bem com o perfil doido da vovólima… 70 anos de vida, mas 20 em espírito! X)

    Nova pergunta: qual seria a relação da Fabine com o gato da Vovólima, o Froid? Como todo bom gato se acha um deus e o nosso ainda é doido, deve acontecer algo diferente…

    .faso

  7. Laura Storch disse:

    hahaha, você está brincando com a minha infância, sabia!?

    certamente a Fabine adora o gato, mas acho que ele não entende as coisas dessa forma… Ela é uma mistura de Felicia (dos desenhos do Pernalonga, sabe!?) e de “menino levado” de bairro… Diz que o Froid adora participar de suas experiências e que demonstra isso com muita emoção – que, na verdade é arrepio de desespero, por não saber o que vem pela frente!

    Ela, provavelmente, já fez a “experiência” de amarrar uma lata na cola do coitado do bichano e está calculando os efeitos de soltar ‘bombinhas de espoleta’ por perto dele. Mas a mais engraçada mesmo deve ter sido a experiência com a água gelada. Quem mandou a Vovólima contar que “gato escaldado tem medo de água fria”? A Fabine só resolveu testar o ditado…. :P

  8. Fabi Sehnem disse:

    Concordo com tudinho por enquanto. O pirulito, o curativo, a monareta, as pipas, a idade. Tudo perfeito. Énquanto ia lendo, as imagens já se formaram em minha cabeça.
    O Froid… ah, o Froid, coitado… Pois, sendo a Fabi (hehe – adorei) muito levada, ele deve passar por muitos apuros (sem maltratos é claro!). Já imaginou ela passeando com ele de bicicleta? Na cestinha? Se bem que, monareta de cestinha não sei se dá certo…

  9. Lucas "Spider" disse:

    Olá! Sou novo por aqui e adorei o site, me amarro em ilustrações e as suas são ótimas. E gostei mto dessa interação clara de web 2.0 que vc proporciona, todo mundo pode dar pitaco ehehehe

    Então vou dar o meu tb. A garotinha deve ser daquelas que faz o pobre do gatinho ser o namorado das bonecas dela heheheh e coloca umas roupas “ridículas” nele, não é a toa que o coitado é pertubado ehehehhe

    Abraços!

  10. .faso disse:

    Lucas – Bem vindo! Fico muito feliz por você ter gostado e participado aqui no .marca – essa é a nossa intenção mesmo, permitir que todo mundo faça parte na criação…

    Sobre sua sugestão: quando a Fabi e a Laura comentaram sobre a relação do Froid com a Fabine, pensei exatamente nessa cena: um chá de bonecas, com o Froid com cara de umburrado, com um lacinho e vestidinho de boneca!

    Laura – deu até dó do gato! Mas acredito que esse seja mesmo o perfil da Fabine, só que por ser menina, é mais doce – com jujubas! Tô até vendo o Froid se escondendo quando ela chega na casa da Vovólima… hehehe

    Fabi – A Monoreta da minha irmã tinha cestinha. Quando você descreveu, fiquei imaginando o Froid com aquela cara de gato (com aquele olhar que desnuda a alma) sendo carregado na cestinha…

    Mais buzinadas?

    .faso

  11. ana disse:

    é, para mim, a fabine adora o froid, mas esse amor não é recíproco. tenho certeza que ele se esconde debaixo da poltrona ou da geladeira toda vez que ouve a buzina da bicicleta da fabine na garagem.

    mas é claro, ele é doido, mas sabe que a vovó adora a neta, e por isso não impõe sua vontade bichana sobre as brincadeiras da menina, e fica bem quietinho quando ela consegue agarrá-lo pelo rabo.

  12. .faso disse:

    Fico imaginando aquela cena de desespero do Froid: tá lá no bem-bom dele e, de repente, ouvi aquela buzinada – seu coraçãozinho acelera e ele começa a correr pela casa para se esconder.

    Quando acha que conseguiu isso, ouve pequenos passos e uma voz fina toda alegre: “TE ACHEI!!!” – nesse momento ele grava as unhas no chão num ato em vão para evitar o seu destino cruel: tomar chá de vendo com biscoitinho de papel.

    Tadinho do Froid! XD

    .faso

  13. Paula disse:

    As ilustrações são lindas, lindas. Gostei das cores, do traço e, principalmente, dessa idéia inovadora de criar junto com os leitores. Eu acharia o máximo ter uma criação mental minha criando forma, virando coisa concreta. Vocês mandaram muito bem!

    Quanto a Fabi, ah, ela é uma fofa, né? Quando bati os olhos nessa mantinha fazendo as vezes de cachecol no pescoço dela, a primeira imagem que me veio à mente fui eu mesma, com meus seis anos, amarrando uma fralda de pano no pescoço, daquelas bem antigas, e fingindo que sabia voar. Eu subia no braço do sofá, dizia qualquer coisa desconexa e saltava nos travesseiros que já estavam preparados no chão. Como eu fazia festa com pouco…

    Eu concordo com tudo que já foi sugerido pra história da Fabi, menos com o pirulito. Acho muito clichê. Existem tantas guloseimas no mundo, precisa mesmo ser um pirulitão? Fabi podia ser viciada em chocolate. Um chocolate específico, que lhe fizesse brilhar os olhinhos. Ou qualquer chocolate, vai saber. Ela pode ser uma criança muito altruísta quando se trata de comida, mas nem oferece chocolate pros coleguinhas porque sabe que eles aceitam. Até consigo ouvi-la dizendo:
    – Por que você não oferece chocolate pro seu coleguinha, Fabi?
    – Ah, vovó, porque, se eu oferecer, eu sei que ele vai aceitar… – responde com o sorriso mais sincero de criança.
    E Fabi compra os chocolates com os trocados que a Vovólima lhe dá. E Fabi enche Vovólima de beijinhos quando ganha as pratinhas e depois sai disparada em sua monareta vermelha – o que Froid responde com um suspiro de alívio.

    Em qual região do país mora Vovólima?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *