Cordel do .marca

Uma grande preocupação que eu tenho é aliar o design e conteúdo com meios sustentáveis de produção. Um dos problemas que ainda estava sem solução era como melhorar as tags dos nossos .marcas e ser economicamente viável. É aí que surge o Cordel do .marca.

O primeiro problema é que a tag tinha muita informação para pouco espaço, mas se o espaço fosse aumentado para adequar o conteúdo da melhor forma, ia haver perda de papel (o que prejudica a nossa filosofia de meios de sustentáveis de produção). Já o que mais pesava era a perda de papel, optou-se por ocupar o máximo de papel possível.

Tal como um cordel de verdade, o Cordel do .marca é um pequeno livreto 14,8 X 10,4 cm, impresso em ambos os lados da folha (aliás, uma folha A4 permite fazer dois cordelzinhos). A última capa conta um pouco do que é o .marcamaria, carregando os nossos mais nobres representantes: a Vovólima e o Zumbigo.

Na segunda capa estão as informações sobre o boneco que foi produzido, inclusive sua data, hora de nascimento, signo e região (nunca se sabe aonde o .marcamaria parará! risos).

Contra capa do Cordel de .marca, com informações sobre o boneco

Contra capa do Cordel de .marca, com informações sobre o boneco

Na terceira capa há um convite:

E foi aí que a a sustentabilidade, o design e o conteúdo se reuniram em um mimo.

Molde do zumbigo

Molde do zumbigo

Para pessoa que acaba de adotar um .marcamaria, damos um presente: o molde impresso do zumbigo para ela poder der a experiência de como é criar um boneco de pano. É uma forma singela de agradecimento pelo investimento que ela fez na empresa.

Uma solução simples, eficiente e que ainda ajuda a estreitar os nossos laços com quem faz parte desse nosso mundo.

Um grande abraço,

.faso

9 comentários sobre “Cordel do .marca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *