Os brinquedos de hoje – relato de um bonequeiro

Um papo sobre os brinquedos de hoje, nossas crianças e a indústria como um todo

Hoje está um lindo sábado ensolarado. Pessoas indo as feiras para se abastecer de coisas naturais ou filar aqueles maravilhosos pastéis com caldo de cana, estrategicamente anexados a barraca dos orientais (se não é pastel de oriental, não é pastel). Todo mundo fazendo um pouco de tudo em um só dia, mas diferente do ritmo acelerado da semana, todos estão curtindo cada momento com os seus óculos de sol e camisas listradas. Para mim, este dia é mais atípico do que o usual.

Na madrugada deste sábado, passei bons momentos lendo o Mãe, tô sem roupa! da minha querida amiga Má R. – ele acaba de nascer e sua proposta é mostrar a cereja do bolo do mundo moderno: roupas, toyart, estilo, música e mais um pouco de tudo. Um dos seus posts trata sobre a mania da Má de visitar lojas de brinquedos e comprar coisinhas fofas, como os Sonny Angels; este post me inspirou a sair nesse sábado e passar em uma loja de brinquedos.

Sempre freqüentei lojas de brinquedos. Eu colecionava bonecos (action figures para os mais chatos), mas de uns tempos para cá, acabei abandonando esse passatempo, mas sempre que eu passava perto de uma, ficava namorando a vitrine, para “ver as novidades”. Hoje eu entrei na Ri Happy aqui da Vila e dei uma bela de uma passeada pelos corredores.

Primeiramente, me espantou ter mais brinquedos para meninos do que para meninas – como assim?! A meninolas ficaram relegadas a dois corredores, enquanto o restante da loja era dominado por bonecos, carrinhos, armas e brinquedo pueris.

Como de praxe, fiquei procurando bonecos de pano e pelúcia – mais um espanto: existem pouquíssimos brinquedos “quentes” – o plástico reina no mundo das crianças! Claro, eu sei que é muito mais barato produzir brinquedos de plástico, mas enquanto as crias de poliestireno/polipropileno avançam, os brinquedos de pano parecem estar congelados no passado.

Observei um monte. Deu uma atenção especial para os Simpsons de pano e brinquedos da Vila Sésamo. Os primeiros, apesar do seu bom preço (cerca de R$30) eram simplórios demais! A orelha da Margie era costurada na cabeça e não era fofinha como deveria ser – era um troço duro que parecia uma jeba de pano amarelo. Já os bonecos da Vila Sésamo não se pareciam em nada com os que vemos (lê-se, “eu -.faso- vejo”) na TV. Pareciam outras coisas.

Da esquerda para direita: Elmo e Super Grover (reprodução/Sesame Workshop)

Da esquerda para direita: Elmo e Super Grover (reprodução/Sesame Workshop)

O Grover boneco era mais claro, com nariz menor e não tinha a carinha meiga e tchonga que o fantoche tem. E para piorar, não me arremataram as linhas direito, ou seja, tinha linhas saindo do boneco – que coisa feia, heim Fisher-Price?

Considerações finais

Depois de tudo o que eu vi, vejo que a massificação da produção é um sério problema. As coisas perdem a alma. O plástico está em tudo e em todos lugares e muitos brinquedos começam a brincar sozinhos, enquanto as crianças assistem. Lego continua bom como sempre, mas está mais caro que carne no mercado – aliás, esse é o único brinquedo de plástico que recomendo para qualquer criança, pois ele maravilhosamente estimula a criatividade dos picorruchos.

Aproveito para indicar a leitura de um post do Cris Dias (o homem que inventou a internet -risos), sobre brinquedos humanos – atentem para os comentários.

Bônus

Imitando o meu queridíssimo Philipe Kling David, que sempre coloca um bônus em seus posts, há nas Ri Happies estatuetas dos personagens dos Simpsons baratíssimas! Eu comprei um Sideshow Bob (Os Simpsons) para fazer companhia para a minha Número 5 (KND/Turma do Bairro) – são eles que ilustram o começo do post. Custa apenas R$7 e me fez perder uns longos minutos escolhendo o felirzardo! XD

Um grande abraço,

.faso

2 comentários sobre “Os brinquedos de hoje – relato de um bonequeiro

  1. Lucas "Spider" disse:

    Olá .faso ano meio sumido, mas não estou por fora das grandes novidades, fico feliz que essa interação única do blog está cada vez melhor, assim que arranjar um tempo faço meu Zumbigo TB hehehehe

    Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *