De .fasolino a cartões de visita

A semana que passou, foi extremamente corrida, mas muito interessante. Até surgiu o meu Eu de pano.

Quando fiz os primeirões cartões de visita do .marcamaria, ainda não tinha uma idéia clara do que era essa marca -a idéia de blogshop nem existia nessa época- logo os cartões que existiam não me agradavam completamente.

Há algum tempo estava pululando em minha cabeça a idéia de fazer a minha pessoa em pano e a colocar no cartão de visita, explicitando um pouco sobre o que fazemos. Pensei que seria muito legal um funcionário do .marca -lá no futuro- entregar um cartãozinho com o seu boneco estampado. Foi o que eu fiz.

Usando os moldes dos bonecos (abaixo) que eu criei para o meu amigo e assessor de imprensa de estimação, Rodrigo van Kampen, fiz o .fasolino que abre esse post.

Mini casal de pano, para Rodrigo van Kampen (peixefresco.net)

Mini casal de pano, para Rodrigo van Kampen (peixefresco.net)

Como tio .faso não tem um estúdio profissional de fotografia, tive que apelar e usar os recursos que a Playboy aplica em suas modelos no super sexy .fasolino:

Imagem sem tratamento

Imagem sem tratamento

Após algumas horas limpando a imagem, mexendo aqui e ali, ela ficou assim:

Imagem tratada no GIMP

Imagem tratada no GIMP

Para depois serem aplicadas no cartão de visita:

Cartões de visita finalizados

Cartões de visita finalizados

Tudo feito no linux, usando o Gimp, Inkscape e Scribus.

Agora é fazer a bonequinha da Sra. .marcamaria!

Um grande abraço,

.faso

16 comentários sobre “De .fasolino a cartões de visita

  1. .faso disse:

    Carola, é “chromakey” mas não captei bem o que você pegou nesse post.

    O que eu fiz aqui foi trabalhar bem o fundo branco para ele ficar da cor do papel. O chromakey já é uma superfície padronizada para remover facilmente o fundo do que queremos manipular.

    Me fala a sua dúvida para eu poder explicar direitim! X)

    Um grande abraço,

    .faso

  2. Carola Rodrigues disse:

    É que eu quero deixar neutro o fundo dos produtos que fotografo.

    Aí pensei em forrar uma caixa grande com azul ou verde, fazer aquela parte de cima num tecido claro para filtrar os focos de luz, e poder manipular, eventualmente, o fundo para outras cores.

    Mas aí vi o que você fez e me pareceu tão mais simples e com tantas chances a mais de eu saber fazer… rs

  3. .faso disse:

    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAh Agora eu compreendi!!!

    Nas minhas fotos com fundo preto, uso uma folha gráfica de um papel que eu não me lembro o nome (só que é preto e fosco) para criar o fundo falso, já quando quero um fundo branco, eu caço outro papel desse tipo (mas precisa ser fosco senão reflete a luz).

    Espero ter ajudado,

    .faso

  4. pedroca disse:

    olha só ! uma coisa executiva sem cara de terno e gravata :D

    carola,aqui a gente fotografa produtos pra colocar naqueles folhetinhos de supermercado. com iluminação certa e o fundo branco (que não reflita como o faso disse) daí com uns cuidadinhos na hora de fotografar (como pegar o melhor ângulo dos produtos,ter cuidado com produtos difíceis [feios] de fotografar e etcéterinhas ) dá pra tirar umas coisas bem profissas !
    e nem precisa de um estúdio ou câmera xique e dos “recursos que a Playboy aplica em suas modelos” só o básico do básico

    abracinhos :D

  5. Monica disse:

    peraiiiiiiiiii…..

    olhei de relance e pensei:

    “nossa, o tio faso fez um bunequinho pra cada cartão?Que demais!!!”

    Ai, lendo o post….vi q é uma fotinho do fasolino pra cada cartão.

    Ai eu pensei de novo:

    “Ah sim, sim, claro, assim é mais fácil e prático, pra fazer e entregar aos montes”.

    hehehe =S

    Valeu a dica!

    Abração!

  6. Karine disse:

    Oiiii…..Dpois de mto fuçar, achei onde escrever o comentário..rsrsrsr….quer dizer buzinada!
    Amei, achei mto lindos os bonekinhosssss…o cartão tbm super fofo!
    Espero logo ver essa marca espalhadaaaaa!!!!!

    Beijosssssssssssssssssss

  7. .faso disse:

    Eu sempre guardo um para “o meu museu”. Queria fazer algo mais doido agora, mas que remetesse ao negócio de bonecos. Vamos ver no que dará! Sugestão anotada!!! X)

    Abraços,

    .faso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *