Túnel do Tempo

Símbolo do .marcamaria em pano

Já passou um ano de bonecagem. Acho que posso falar alguma coisa sobre essa mudança da minha vida.

Declaradamente inspirado pelo post comemorativo dos 2 anos de Bichinhos de Jardim, resolvi fazer um retrospecto das minhas atividades como bonequeiro, com alguns dos .marcas que eu criei nesse meio tempo. Aliás, faz pouco mais de 1 ano que eu costuro, logo estou na fase embrionária das linhas e agulhas. Tenho muito o que errar para poder aprender mais e mais. Então lá vamos nós!

8 de julho de 2007 – é nessa data quando tudo mudou. Querendo trabalhar junto com a Sra. .marcamaria, após alguns tentativas frustradas de fazer bolsas e estojos, apareci com um desenho na casa dela. Desenhei os moldes com compasso, régua e esquadro e algumas horas depois surge a Fabine, a macaquinha amarela. Essa foi uma bonequinha que eu não costurei, pois a Sra. .marcamaria o fez a mão. Também foi idéia da minha senhora colocar um coração de feltro vermelho no interior da bonequinha, representando amor transmitido em forma de boneco – costume mantido até os dias de hoje. Curiosidade: não existe molde para os corações. Todos são desenhados a mão diretamente no feltro.

Esboço da primeira boneca do .marcamaria

clique na imagem para ampliar

Fabine: Primeira boneca do .marcamaria

clique na imagem para ampliar

9 de agosto de 2007 – após um mês do primeiro bonequim, resolvo experimentar modelar e costurar completamente sozinho um personagem que eu havia criado em 2005 – o Yellow Jellow. Ele era uma estampa para um projeto de faculdade, em que uníamos o Construtivismo Russo com o Streetwear. Na época o meu grupo o considerou “muito lúdico para o projeto” e por isso foi descartado. Foi com ele que eu iniciei os meus primeiros moldes feitos diretamente no computador e aprendi na marra como é duro bordar a mão. É o meu boneco/personagem do coração.

Esboço do Yellow Jellow

clique na imagem para ampliar

Boneco do Yellow Jellow

clique na imagem para ampliar

5 de outubro de 2007 – Angelu: o meu terceiro boneco e uma enorme fonte de traumas. Perguntaram seu eu tinha um boneco de anjo e eu acabei inventando esse carinha com os seus “enormes” 10 cm de altura. Eu e a Sra. .marcamaria fizemos 43 dessas criancinhas, com carinhas, pézinhos e tudo mais que tinha direito. Desde esse dia eu nunca mais fiz um bonequinho com pés e mãos com deditos. Quem sabe no futuro.

Esboço do Angelu

clique na imagem para ampliar

Exército de 43 Angelus

clique na imagem para ampliar

18 de outubro de 2007 – experimentando novas formas de fazer bonecos, me surgiu a idéia de criar um diabinho (fazendo contraponto ao Angelu) e da minha mente pervertida surgiu o Lucéio (“Diaglobo” no nome de projeto). Ele é um simpático diabo estagiário cujo seu número de cadastro no inferno é 555 (“666” é para diabos efetivados). Nunca mais mexi com ele. Até pensei em fazer alguma estorinha. Um dia quem sabe.

Ilustração do Lucério

clique na imagem para ampliar

Boneco do Lucério

clique na imagem para ampliar

5 de novembro de 2007 – nesta exata data eu e a Sra. .marcamaria completamos 2 anos de namoro e como ela é uma amante de joaninhas, resolvi criar uma – só que com jujubinhas. Saiu esse rapaz aí, o João’ninha o único boneco que tem olhos, esclerótica, pálpebras e íris. Não gosto muito de colocar “olhos realistas” nos bonecos – acho estranho.

Ilustração do Joãoninha

clique na imagem para ampliar

Boneco do Joãoninha

clique na imagem para ampliar

4 de dezembro 2007 – final de faculdade. Eu precisava (como aquelas estranhas vontades de grávidas) colocar um boneco no meu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), então resolvi pegar o objeto de estudo (a ong Ocas”) e criar um boneco a partir do seu logotipo. É assim que surgiu os irmãos siameses dOcas”, os únicos bonecos que tem uma estrutura interna, o que permite fazer e manter diversas posições. É por causa deles que irei tentar criar ilustrações que utilizam bonecos. Aguardem novidades.

Ilustração dos dOcas

clique na imagem para ampliar

Capa do TCC ilustrada pelos bonecos dos dOcas

clique na imagem para ampliar

21 de dezembro 2007 – a Corujim é uma coruja criada pela minha querida amiga Carina. Aquele desenho abaixo são os moldes que eu fiz coloridos, o que permite verificar como ficará as combinações de cores. A novidade neste boneco é que os olhos, bico e patinhas são costurados sobre o pano (eu sempre faço a costura por dentro). Isso reduziu drasticamente o tempo de feitura (3h).

Ilustração da Corujim

clique na imagem para ampliar

Boneco da Corujim

clique na imagem para ampliar

30 de abril de 2008 – Essa senhora aqui abaixo é a minha menininha mais conhecida, a Vovólima. A boneca dela foi criada em uma fase que eu estava muito cabisbaixo e serviu como uma terapia em forma de pano. Até hoje, ela é a boneca mais complexa que eu fiz. Levei aproximadamente uma semana para a deixar pronta (por isso não comecei a vender ainda. O preço que eu quero não bate com o custo de produção). Ela possui mais de 20 moldes para poder ficar com a carinha que eu queria. Valeu cada minuto que eu fiquei ao seu lado.

Ilustração da Vovólima

clique na imagem para ampliar

Boneca da Vovólima

clique na imagem para ampliar

28 de julho de 2008 – Nunca pensei que as pessoas adorariam tanto um zumbi, afinal quem é que resistiria de dar um abraço num Zumbigo tão simpático? Além do mais, ele é o primeiro “toy social” que eu fiz, criado com a participação dos comentaristas do blog. A idéia de ensinar a fazer o Zumbiguim é do meu genial amigo Peixe Rodrigo. A maior contribuição deste boneco (além dos acessos a esse simpático blog) é o sistema de juntas de pano, o que permite deixar o boneco na posição que você desejar.

Ilustração do Zumbigo

clique na imagem para ampliar

Boneco do Zumbigo

clique na imagem para ampliar

15 de agosto de 2008 – Assim como a corujim, o Bebê Brócolis não é uma criação minha – eu apenas dei pano para ele. Ele é especial pois o fiz para uma profissional que eu admiro muito: a Julia Cabral.

Ilustração e moldes do Bebê brócolis

clique na imagem para ampliar

Boneco do Bebê Brócolis

clique na imagem para ampliar

17 de agosto de 2008 – a Abalú foi um desafio pessoal: eu queria-porque-queria fazer um boneco com blackpower. Eu fiz e consegui. Aproveitando o fator “vamos ousar”, ela é a única boneca que eu utilizei apliques prontos (coisa que eu não costumo fazer). Ficou fofinha (nota mental: preciso terminar a minha).

Ilustração da Abalú

clique na imagem para ampliar

Boneca da Abalú

clique na imagem para ampliar

22 de outubro de 2008 – e para encerrar o primeiro bonequim com causa social embutida: o Daluli (aqui e aqui). Além de ser um boneco para alegrar criancinhas nesse natal, ele tem um “easter egg” – uma homenagem a bonequinha que começou tudo isso que você está lendo, comentando e acompanhando.

Ilustração do Daluli

clique na imagem para ampliar

Boneco do Daluli

clique na imagem para ampliar

E muitos mais bonecos virão, palavra de um bonequeiro de corpo e alma que se encontrou na vida.

Um super abraço,

.faso

12 comentários sobre “Túnel do Tempo

  1. Carina disse:

    Olá Faso,

    Parabéns por um ano e pouquinhu, eu me sinto previlégiada por ter acompanhado a evolução do marcamaria e fico mto feliz por nossas conversas noturnas terem servido pra alguma coisa huauhauha…

    bjão, nhaim, já estou pensando na meu proximo projeto “corujim”..

    =D

    abraço

  2. Lou disse:

    Caramba, são tantos… Mas além da Vóvolima e do queridíssimo Zumbigo (que ja fiz dois para presentear filhos de amigas, mas ainda não terminei o meu…). Estou entantada com o Lucéio… xD

    Beijos,
    Lou

  3. Jardelstar disse:

    Tio,
    Além de assinar os feeds do blog, ainda te sigo no twitter e você foi a inspiração para fazer meu boneco de pano. ele foi importante para me ajudar numa época toska da minha vida. tá certo que ele saiu meio zumbigo, mas fazer o quê?
    ainda te devo uam foto dele
    Parabéns e boa sorte

  4. Hell disse:

    Ah! Eu amo o capetinha! Ele é lindo!!! Acredita q eu tenho um chaveiro capetinha?!? Ele é de metal, mas é binitim tb! Me lembra de um dia desses mostrá-lo para você! XD

    Sei que não são criações suas mas eu amo o Bebê Brocólis e também aquala Corujinha! São lindinhos!

    A verdade é que sendo ou não criação sua eu gosto de tudo o que tu faz! Sou sua fã vc sabe! ^_~

    Te adoro .tio faso!

    Beijo enorme! ;***

  5. Patricia disse:

    ah coisa boa entrar nesse tunel do tempo criativo!! Adorei ver algumas criações tuas até então desconhecidas para mim. Parabéns!

    ps: ainda estou esperando pela minha vovó viu? heheeh ;-P

    bjs

  6. Aline disse:

    Adorei o túnel do tempo!!
    Me fez relembrar ótimos momentos, hehehe. Depois que vemos eles lindos, fofos e graciosos todas as dores nas costas e nas pontas dos dedos passam! hehehe e ficamos muito felizes!! :D

    Eu amo o Lucério!! Ele tem a carinha mais bondosa do mundo!!

    Parabéns .fasim!!
    Bjim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *