Oi! Eu sou o Peixim! :)

Peixim do .marcamaria feliz, usando orelhinhas de coelho

Finalmente dando vida ao símbolo de uma marca.

Em 2007 quando eu fundei o .marcamaria como uma empresa de gestão de marcas (por isso MARCA + maria, sendo este último homenagem a minha mãe*), eu precisava de um símbolo forte, que representasse o conceito de marca sem cair no senso comum. Meu conceito pessoal sobre o que é uma marca foi o que definiu o uso do peixe dentro do aquário.

Se abstrairmos bem, marca é uma entidade que vive dentro de um universo próprio, com limites pré-estabelecidos e definidos. Fora daquele mundinho, a marca perde o seu sentido ou sua razão de existir – como um peixe fora d’água que acaba morrendo. Tente imaginar a Coca-cola vendendo produtos farmacêuticos ou a Volkswagen produzindo mamadeiras… não conseguiu? Tá aí o peixe fora d’água.

A solução do peixe dourado dentro do aquário não pertencia originalmente ao .marcamaria. Ela é oriunda do meu ex-blog-que-nunca-foi-ao-ar Think in Brands – inclusive até a idéia do aquário sobre a mesa veio de lá:

Marca do blog "Think in Brands"

Marca do blog "Think in Brands"

Quando abri legalmente o .marcamaria, uma das minhas primeiras ações foi comprar os domínios (o www.marcamaria.com e www.marcamaria.com.br) e entrar com o pedido de registro de marca. Fiz tanto segredo sobre o que viria ser o .marcamaria que nem os meus amigos mais íntimos conheciam o projeto – só comentei depois que o INPI publicou o pedido de registro! (sim, estava paranóico! XD) Como não dei muito certo com a idéia original do .marcamaria, mudei o meu foco. Como eu havia gasto dinheirim com abertura de empresa, registros e tudo mais, eu não podia mudar o símbolo e nem o nome. Tudo foi mantido, só precisava mudar a água do aquário para virar um bonecaria.

Um fator de sorte nessa mudança é que eu projetei a marca com a idéia de transformar o símbolo em uma marca-viva, um híbrido entre marca+mascote+personagem. Com isso eu tinha uma marca que poderia ir além do status de representação, podendo passar a se relacionar melhor com o público.

Logo do .marcamaria

Infelizmente eu ainda não havia posto em prática isso, principalmente por eu ser muito purista e não conseguir -leia-se “ter paciência”- de fazer malha geométrica para toda e qualquer representação do Peixim. Só agora em 2010 com a reestruturação da marca e da empresa que eu finalmente coloquei essa idéia em prática, tirando a estaticidade do símbolo, transformando no Peixim da abertura desse post.

Vocês gostaram? Eu o fiz com orelhinhas de coelho, como se hoje fosse dia de páscoa. Ainda estou definindo as melhores formas de aplicar o Peixim no novo .marcamaria e toda sugestão sempre será bem vinda.

Um super abraço,

tio .faso

Bônus – fatos do .marcamaria

  • O peixe do logo é amarelo pois essa é a cor favorita da Maria que dá nome a marca.
  • “.marcamaria” se escreve tudojunto, com um pontinho na frente e em minúscula. Esse pontinho serve para distinguir a fração do nome: .marca (a empresa de bonecos) e marca (logotipo, símbolo, etc.)
  • Não existe A .marcamaria. É sempre no masculino, pois a fração do nome (“.marca”) poderia confundir com a palavra “marca” (logotipo, símbolo, etc.) em si. Logo o .marca não é a marca, mas o .marca tem uma marca.

* Se o Sr. Benz pode colocar o nome da filha dele na sua empresa de carro, eu também posso colocar o da minha mãe! XP

3 comentários sobre “Oi! Eu sou o Peixim! :)

  1. marinice disse:

    Ótimo texto, inclusive adorei a evolução de um blog que se auto faliu antes de ser fundado para uma empresa crescente que tem tudo pra dar certo!

    E é isso aí, mascote dá trabalho até no desenho!!! hehehe

    Tenho acompanhado a evolução do .marca já faz um tempo e to adorando! É como assistir o seu vizinho criando seus filhos – aliás, muitos deles no caso de uma bonecaria – só que o peixinho dourado não faz berreiro do lado de fora da janela…

    Quanto ao .marcamaria, “A .marcamaria” é bem razoável pela gramática brasileira, já que a palavra “empresa” fica subentendida entre o artigo “a” e o nome da fulaninha…

    >> a empresa .marcamaria = a .marcamaria!!!

    Por isso que tu nunquinha vai se livrar de+a pontomarcamaria (sério, eu sempre pronuncio o danado do ponto, é pra ser assim mesmo ou é um ponto mudinho?).

    Então fica aqui o meu abraço, um desejo de boa sorte pro ponto, pra marca e beijão na maria! E mais a admiração (com um pouco de invejinha) por quem tá metendo o carão no mercado, isso sim é que e fodástico!!!!

  2. .faso disse:

    Olá Marinice!

    Obrigado pelos elogios! O .marcamaria é a fenix bonequeira, sempre renascendo das cinzas de outros projetos! XD

    Sobre sua colocação sobre “a .marcamaria”: você está certa, ainda mais sendo umA bonecariA, mas o problema do artigo feminino pesa mais na contração do nome, quando alguém fala “viu aquilo na .marca?” – por isso a importância do ponto. O resto é trabalho de gestão para ensinar os recém chegados como se pronunciam as coisas.

    Sobre o ponto: o ponto eu não pronuncio, pois ele tem uma função de diferenciação visual. Entra novamente no que eu disse acima.

    Um super abraço e obrigado pelo comentário,

    tio .faso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *