Monstros do cinema e Síndrome do Ursinho Pooh

Quando o pensamento não é o mesmo que a mão consegue reproduzir.

Hoje de manhã fui acompanhar a senhora .mamamaria no médico. Ela precisava fazer um exame que demoraria um bocado para ser feito e, por isso levei comigo o maior amigo de um criativo em salas de espera: o sketchbook. Por quase seis horas fiquei rabiscando personagens diversos, o suficiente para me deixar com a mão doendo e a coluna em L. Dentre de todos eu resolvi fazer uma pequena série de monstros de filmes (ou não). É aqui que entra a segunda parte do título desse post: a Síndrome do Ursinho Pooh.

Essa doença aflige muitos desenhistas que por mais que suas mentes cruéis e malévolas queiram, nunca conseguem criar exatamente o que desejam. Se a pessoa que possui essa síndrome pensa em fazer uma monstro horrível e cheio de gosma, o máximo que ela vai conseguir fazer é um bichinho catarrento. Eu sofro desse mal e só falto desenhar com canetinhas com cheiro de chiclete para poder completar minha desgraça.

É por isso que já adianto que a coleção que será aqui exposta é composta exclusivamente de idéias assustadoras que acabaram ficando fofácidas.

Frankenstein

Frankenstein

Frankenstein

O Frankenstein é um morto-vivo. Só este fato deveria fazer com que ele assustasse qualquer pessoa. Como em sua estória ele é composto por partes de diversos corpos, sempre achei estranho vê-lo com membros proporcionais.  Por isso optei por criar através da assimetria.

Drácula

Drácula

Drácula

Esse ser vampiresco é baseado (ou não) em um dos maiores carnificeiros da antiguidade. Como o cinema sempre tentou mostrar os vampiros como figuras classudas e com estilo, optei por fazer um Drácula mais clássico; esguio e com cabeça mais alongada. E sim, ele não é um vampiro purpurina que brilha de dia.

Lobisomen

Lobisomen

Lobisomen

Ah os licantropos! Serem selvagens e sem classe! São as verdadeiras bestas anárquicas dos filmes de terror. Como eu já tinha me rendido ao meu traço fofolete, chutei o pau da barraca e fiz o lobisoen tomando banho como um cachorrinho. Sim, não presto.

Múmia

Múmia

Múmia

Quem diria que aqueles grandes faraós iriam virar pedaço de carne seca ambulante? Mais uma vez o cinema prova que o zumbis são mais antigos do que podemos imaginar, mas eram mais estilosos. Na minha versão jujubenta optei por manter o visual clássico de bandagens, mas com um olhar penetrante para o pobre achar alguém que o desenrole dessa situação.

Cabeça de Girimum

Cabeça de Girimun (Pumpkin head)

Cabeça de Girimun (Pumpkin head)

Esse aqui foi o primeiro que eu desenhei. Na verdade eu queria treinar poses, pois meus desenhos tendem a ser muito esquemáticos. Quando me veio a idéia de fazer um monstro com cabeça de girimum (“abóbora” em nordestinês), vislumbrei uma ótima oportunidade de criar uns monstros agressivos e bem articulados. Perceba que eu falhei. T__T

Eu nunca vi uma abóbora esculpida em minha vida e não sou nem um pouco amigo de Festas de Rélouim, mas provando que os amerigringos tiverem uma grande influência em nossa cultura, eu sei fazer uma cabeça de abóbora de… cabeça (!?)

Gostaram? Quem mais poderia ser desenhado? Aliás, quem poderia ganhar o direito de virar um bonequinho?

Um super abraço,

tio .faso

5 comentários sobre “Monstros do cinema e Síndrome do Ursinho Pooh

  1. Eder Modanez disse:

    Hey .faso
    Seu traço é bem particular e, você sabe bem, pode ser bem aplicado em outros assuntos. Mas voltando aos monstros jujubentos, você pode desenhar uma D. Morte, Duendes verdes, Médico e o Monstro… hum?! É não me veio mais nada na cabeça.

    Foi muito massa seu post, meu proporcionou várias idéias para estudar outra séires de desenhos.
    Abraços!

  2. Ewerton disse:

    Primeiro gostaria de dizer q adoro o seu site, assim q puder, encomendo com certeza um boneco com vc. Vc é um artista, parabéns.
    Faltou ai um diabinho, dona morte, fantasma, esqueleto, chupa-cabra (viaja aí!), palhaço (deuzmelivreeguarde).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *